6 de setembro de 2017

Eu não quero ser poeta

| |

Eu não quero ser poeta, não mesmo, não quero mais.
Poeta sangra, sofre e se desintegra nas próprias lágrimas, poeta descobre a dor de um modo bruto demais, insensível demais que mexe com a alma, ser poeta é mais do que consigo aguentar.

Eu não quero ser poeta, meu eu lírico é egoísta demais, ele nunca admitiria tal insolência, jamais me deixaria abastecer a mente dessas histórias que me dragariam como um rio, não posso.

Eu não quero ser poeta hoje, talvez amanhã eu queira, eu me renda a uma paixão desenfreada e sem sentido buscando uma inspiração vã e insignificante para escrever e adorar, ou me afogue nos meus próprios sentimentos frios e perversos da falta de amor ou vida, mas hoje não quero.

Eu não quero ser poeta, porque poeta se envolve, não se cala e se abala de formas completamente absurdas e eu sou frágil para isso, sei que sou, poeta se joga de cabeça e eu já choro de ralar o joelho, então não, eu não quero ser poeta...

Mas não consigo evitar, o que me consome e desgasta a minha mente, porque as palavras me perseguem dia e noite sem desistir de mim, mesmo quando eu não suporto mais e fujo delas, essas mesmas palavras que se entregam a mim sem segredo e compartilham comigo tudo de melhor e pior que elas tem.

Eu não consigo evitar segurar um lápis ou caneta e fazer manchar o papel, é difícil demais, é intenso demais para controlar e eu me perco por horas em algo que me destrói e constrói ao mesmo tempo, é essa contradição completamente inútil que inunda o meu ser e eu não sei como agir, eu não quero ser poeta,mas não consigo evitar, porque a poesia mora em mim e eu sei que aqui é o seu lugar.

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Oiê querida amiga Jenny,

    É impossível fugir daquilo que é só seu. Fugir daquilo que te completa e te esvazia sem pedir. Essa impulsão descontrolada que é parte de ti, mesmo que negue. Nasceste assim, és unica por ser assim. Então, renda-se e deixe fluir tudo que sua alma pede que seja dito. Entrelace sentimentos confusos de forma linear para aqueles que são um emaranhado, possam encontrar um indicio que é possível desatar o seu ser. Ou que se rendam e entendam que o melhor da vida está por nunca ser linear.

    Um ótimo post, e fico feliz por saber que a poesia mora nessa poeta talentosa que chamo de amiga Jenny.

    Um forte abraço^.^

    Ps. Quanto ao sofrimento, a dor, lágrimas enfim... Faça o seguinte: Após terminar cada obra, contemple com carinho. É você que está ali. Se mesmo assim tudo continuar... " Que a noite caia de repente caia tão demente quanto um raio, que a noite traga, Alívio imediato..."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querido amigo,
      Muito obrigada pelas lindas palavras e sei que a poesia mora um pouco em cada um de nós,nos rendamos então...
      Alívio imediato,é isso que escrita representa :D
      Abraços ^.^

      Excluir

Obrigada por ter lido a postagem
Conte-me o que achou *--*
Deixe seu link nos comentários para que eu possa retribuir a visita <3
Se preferir para deixar seu link use
Esse código para comentar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger
Edição e Design: Jennyfer Aguillar || Todos os direitos reservados © 2014-2018