Obrigada por Desistir

2 comentários: | |

Obrigada por Desistir, de verdade, finalmente você deixou o ego de lado e desistiu de mim, obrigada por me poupar das suas frustrações e me eximir dos seus problemas, porque eu só queria que você desistisse e compreendesse que se eu estou longe é porque não me sentia bem em continuar, obrigada por desistir de mim.

Eu sei que sou uma pessoa fácil de conviver, pelo menos na maioria das vezes, e que eu sempre estava disponível para curar suas feridas e ser seu colo, mas houve um momento em que abdiquei de mim mesma por sua causa e por isso resolvi desistir de você, não por fraqueza, mas por entender que ninguém deve renomear a si mesmo em nome de alguém que não consegue lhe acrescentar.

Eu precisava que você desistisse em nome do tal "amor" que você dizia sentir, porque estar com você era como ter um veneno percorrendo as minhas veias e chegando ao ápice da dor, levando lentamente a um caminho sem volta,uma morte lenta e dolorosa de mim mesma.

Então, obrigada por desistir,obrigada por finalmente fazer algo por mim, por deixar de lado toda a sua fixação em si mesmo e ver que havia outras pessoas ao redor.Obrigada por me deixar ir,porque hoje eu consegui me encontrar...

O que eu aprendi com os livros

2 comentários: | |

O post de hoje foi sugerido pela minha irmã,ela queria que eu contasse um pouco sobre o que eu aprendi com os livros que eu li,por isso selecionei alguns que foram mais marcantes para trazer nessa postagem,querem ver quais são? Continue lendo :D



Aprendi que a dor é algo com que teremos que lidar,cada um a sua maneira e que quando há amor somos capazes de qualquer coisa.
Além de descobrir que nem sempre temos uma visão clara do que ocorre ao nosso redor.


Aprendi que se apegar a alguém é como cuidar de uma flor,é preciso regar e cultivar todos os dias para que algo floresça.Aprendi também que às vezes crescemos e esquecemos de quem somos,porque é exigido que nós mudemos,porém precisamos lembrar de tudo que construímos e focarmos nas belezas que enxergávamos na infância.
Por fim,aprendi que não importa quanto você julgue conhecer da vida,algo sempre irá te surpreender.



Aprendi que quando encontramos as palavras,elas moram em nós como abrigo eterno e que nem sempre a vida será justa,mas nos fará crescer.
Aprendi também que o amor vem independente dos laços e pessoas que encontramos,é algo inexplicavelmente belo e importante.

Aprendi que o luto pode nos transformar em pessoas mais fortes e que nem sempre precisamos entender as coisas,o importante é seguir em frente e continuar a batalha.

Aprendi que nem sempre o fundo do poço é o final,às vezes era só o impulso que faltava para poder subir.Também aprendi que a amizade não é apoiar em tudo,mas sim mostrar quando erramos e onde precisamos melhorar.
Por fim,aprendi que todo mundo tem algo a nos contar,basta saber ouvir e enxergar além.

Poliana - Col. Saraiva de Bolso
Aprendi que sempre haverá algo de bom,mesmo num dia ruim,e que basta saber encontrar algo que nos faça sorrir para que o dia melhore.Aprendi também que até mesmo a pessoa mais amargurada conseguirá enxergar uma beleza escondida em algum lugar.


Aprendi que cada pessoa é única a seu modo e é isso que a faz ser Extraordinária,e que as pessoas irão nos julgar por tudo aquilo que acham diferente,porém isso não nos faz pior,nem melhor que ninguém,apenas nos faz humano.

Aprendi que o amor nem sempre significa ficar com alguém,mas deixar a pessoa livre para ser feliz,com ou sem você.Aprendi também que esse sentimento transforma até mesmo a pessoa mais bruta e insensível em alguém disposto a se entregar ao amor.
Por fim,aprendi que cada estrela no céu representa uma história de amor e toda vez que elas brilharem,uma casal,distante ou não,estará pensando no seu amado.

Enfim,esses são meus livros escolhidos e meus aprendizados,e vocês?Qual ou quais livros te ensinaram algo?Me conta :D

Resenha | Cartas na Mesa

4 comentários: | |

Título:Cartas na Mesa
Autor:Agatha Christie
Ano:1936
Editora:L&PM Pocket
Páginas:240



"-Sujeitinho idiota! Ah,que homenzinho idiota-murmurou Hercule Poirot-Vestir-se como o demônio só para amedrontar as pessoas.Quel enfantillage!

A porta se abriu.O médico-legista entrou de maleta em punho.Foi seguido pelo inspetor local, conversando com Battle.Depois surgiu um fotógrafo.No hall ficou um guarda.~Começara a rotina da investigação policial" pág.32
Sinopse:

"A melhor história de assassinato de sua carreira...Agatha Christie nunca foi tão engenhosa"
Daily Mail

Foi dada a largada para a competição do século.Quatro investigadores- o superintendente Battle da Scotland Yard, a escritora de romances policiais Ariadne Oliver, o coronel Race e o incomparável Hercule Poirot- são convidados pelo excêntrico Sr. Shaitana para um jantar especial. Os quatro convidados- um médico,uma senhora viúva, um aventureiro e uma bela moça-, cidadãos aparentemente comuns, vão se tornar seus adversários num disputado jogo de bridge. Mas um crime interrompe bruscamente a noite, e o jogo tem uma reviravolta: passam a ser quatro investigadores contra quatro suspeitos. Um dos casos prediletos de Hercule Poirot, Cartas na mesa é também uma das mais intrincadas tramas de Agatha Cristie.

"Fez uma nova reverência e saiu da sala.Na rua disse para si mesmo:-Estou certo...Posso apostar que estou certo...Só pode ser isso" pág. 97
Opiniões da blogueira:

Se você espera uma escrita de tirar o fôlego é exatamente esse livro que você deve ler,o assassinato é cometido já nos primeiros capítulos e fica na mente a terrível dúvida "Quem foi esperto(ou corajoso) o suficiente para matar na presença de quatro investigadores- entre eles o melhor detetive particular já visto nas ilhas britânicas- e achou que sairia impune?"
Além do mais, o que todos esses convidados teriam em comum que os fariam cair no jogo do Sr Shaitana? Não é fácil chegar ao final dessa história com uma pessoa definida em mente, mas nos últimos capítulos tudo irá se encaixar e mostrar que,mais uma vez, nosso querido detetive tarda,mas não falha em suas descobertas.
Recomendo que leiam e tentem descobrir o assassino antes do final do livro.

"-Eu testemunhei-disse Poirot.-Os olhos da mente enxergam mais que os olhos do corpo.É só a pessoa recostar e fechar os olhos..." pág.239
Onde achar?

-Estante Virtual--a partir de R$15,00
-Travessa--R$23,90
-L&PM Pocket--R$23,90
-Ler online--Le livros

Bem,é isso galerinha, espero que tenham gostado da resenha e que leiam :D
E você? Já leu esse livro ou algum outro livro da Agatha? Me conta
Beijos ^.^

Dicas para aprender uma nova língua

2 comentários: | |

Muitos adoram ouvir outras línguas, mas não sabem o que as palavras ditas significam, então decidem que é hora de investir tempo e, talvez, dinheiro em um curso de idiomas. Para você que está interessado em aprender, mas não tem o dinheiro necessário, aqui vão algumas dicas simples para começar a aprender e seguir com seus estudos.

Para aqueles que têm curiosidade estou aprendendo Francês, me interessei e decidi começar a estudar essa língua que acho tão bonita, não investi nenhum dinheiro e estou conseguindo continuar estudando e aprendendo um pouco a cada dia. Então, vamos as dicas:

1º Se dedique

Digo isso por mim mesma, pois sinto muita dificuldade de continuar o aprendizado todos os dias, separe um tempo do seu dia e estude de verdade, ouça músicas,veja filmes, escreva bastante(pode separar um caderninho só para o idioma escolhido e escrever coisas do cotidiano, frases comuns que você fala todo dia,entre outras coisas). Fazer esse exercício diariamente vai te acostumar com o idioma e fazer com que sua pronúncia melhore.

2º Baixe aplicativos no seu celular

Existem, hoje, diversos aplicativos para smartphone que ensinam idiomas, basta buscar aquele que se encaixa melhor ao seu aprendizado, alguns exemplos são o Duolingo, a Babbel(que tem partes grátis),Voxy(mais voltado para o inglês),How to say(que serve para treinar pronúncia) e pra quem prefere jogos há o aplicativo Mindsnacks que te ensina conjugações,frases com joguinhos.


3ºVeja vídeos no Youtube

Há vários canais que ensinam línguas, procure por canais de nativos ou pessoas que residem no local do idioma escolhido e aprenda como falam os nativos, as gírias, os vícios de linguagem,etc.

4º Procure por coisas que estimulem seu aprendizado

Não adianta você pegar materiais com 200 páginas de exercícios se eles não te desafiam, assim você só desistirá mais rápido. Faça brincadeiras usando frases do idioma (Se você escolheu o Inglês, já pensou fazer um caça palavras todo em inglês?). Exercícios diários estimulantes farão seu aprendizado fluir mais rápido e bem melhor.

5º Você não vai aprender tudo da noite para o dia

Não adianta começar a aprender um idioma e querer que em cinco dias você seja fluente, assim como na escola, estudar leva tempo, alguns podem conseguir a fluência em um ano, 6 meses e etc.Mas a maioria de nós só é fluente de verdade depois de anos de estudos.

6º Errar faz parte

Quando se está aprendendo algo, errar faz parte, você irá errar uma pronúncia ou a flexão de um verbo, o tempo do verbo, algumas palavras podem te confundir pela semelhança do som, mas ter a tradução completamente diferente. Com o tempo todos esses erros serão menores e você vai conseguir distinguir as palavras parecidas, leva tempo, mas dá resultado.


Por fim, aprender um idioma leva tempo e requer esforço, as dicas aqui dadas não substituem um profissional na área, são só para te dar uma chance de aprender um pouco sem investir dinheiro. Se tiverem alguma dúvida, é só perguntar que vou tentar responder a todos.
Boa sorte no novo idioma.
À Bientôt!

Não desista de mim...

2 comentários: | |

Olha, eu sei que tu conhece todos os meus defeitos, e as coisas que eu faço questão de esconder, eu sei que tu aprendeu a conviver com a maioria das minhas manias, mas eu também sei que não são tão fácil de lidar quanto tu gostaria, só não desista de mim...

Por que eu faço questão que tu saiba que faz meu coração acelerar todinho e que mesmo quando eu faço cara feia eu gosto muito de ti, é só que às vezes nem eu me entendo e você me conhece mais do que qualquer outra pessoa,eu não quero te decepcionar, e não quero que desista...

Mesmo com a toda a falta de coordenação e sendo meio ensandecida eu completo meu quebra cabeças com as tuas peças e as colas que o teu abraço me passam, eu me desfaço na tua calmaria e é tu quem acalma meu furacão,se algum dia tu desistir eu sei que sobrarão apenas pedaços.

Não desista de mim,fica me redescobre todos os dias, encontre em mim motivos pra tu ficar, porque eu sinto como se fosse meu trevo da sorte e eu não precisasse de mais nada...


**Esse texto faz parte da Blogagem Coletiva do grupo Blogs Up,entre e confira mais temas image**

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger
Edição e Design: Jennyfer Aguillar || Todos os direitos reservados © 2016