6 de dezembro de 2018

Dói demais

| |

Dói demais e é dessa dor que corrói o peito, inflama e chaga, que sobrepõe qualquer razão da vida, uma linha vazia num quarto escuro e sem ventilação, essa dor é como uma porta esmagando a sua mão ou mais.

Dói sentir vontade de tocar a campainha e pedir desculpas por algo que você não era culpado, e quando sua rádio preferida resolve tocar aquela música que diz que quem quer vai ficar, você não aceita essa certeza, porque ela contraria a sua vontade, mesmo assim dói uma vida toda.

Dói a sua insegurança no café da manhã quando nem lembra mais do que gosta ou precisa, e a sua voz que falha quando atende o telefone sem saber quem é, e o seu sorriso triste de quem passou mais um dia de molho numa cama sem graça, dói a sensação de querer pertencer a outro lugar e saber que você vai continuar aqui.

Dói porque a gente é feito de ânsia, de querer maior do que é possível, de olhar para o infinito querendo prever o futuro e descartar qualquer presente diferente do planejado, dói demais como gastar o pulso do telefone deixando ele fora do gancho sem querer, ou se arrumar toda e chover, doí como um salto quebrado no meio do caminho e como uma conta que esquecemos de pagar, agora imagina isso e triplica, essa é a dor de perder e dói demais.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por ter lido a postagem
Conte-me o que achou *--*
Deixe seu link nos comentários para que eu possa retribuir a visita <3
Se preferir para deixar seu link use
Esse código para comentar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger
Edição e Design: Jennyfer Aguillar || Todos os direitos reservados © 2014-2018