29 de julho de 2015

Por que é tão difícil dizer adeus?

| |

Ás vezes se apegar a alguém é tão fácil,você se acostuma àquele mesmo rosto,ao mesmo sorriso,as piadas,risadas,irritações e loucuras que quando chega a hora de seguir em frente dá vontade de jogar tudo para o alto e não recomeçar,tudo isso porque é difícil ganhar espaço no coração de uma pessoa e quando acontece ninguém quer partir,não é fácil esquecer quem um dia te fez sorrir,quem conseguiu,por menos que fosse,melhorar o seu dia,por isso é tão difícil dizer adeus.
Acho,ou tenho quase certeza,que sei o quanto somos egoístas,pois não admitimos perder alguém,mesmo que seja bom para nós,ou para a pessoa que está partindo,somos assim porque no mundo atual é difícil encontrar pessoas que demonstrem sentimentos verdadeiros,e quando encontramos é como aquela flor que vemos nascer,queremos cuidar,manter por perto e impedí-la de murchar,mas nem sempre,ou quase sempre, temos controle dos caminhos que a vida vai tomar,então tudo muda,os caminhos se separam,mas o sentimento continua,por isso é tão difícil dizer adeus.
Você acha mesmo que os adeptos da frase "Não se apega não" pensam que é fácil não ter sentimentos por alguém?Então,sinto muito,você está enganado,o que eles defendem é que não se deve cultivar tantos sentimentos por pessoas que podem ir embora cedo demais,mas você acha mesmo que alguém segue isso?Porque sinceramente,eu acho impossível,você não se apegar a uma,duas,três pessoas que seja,e por ser assim tão impossível não se apegar que é tão difícil dizer adeus.
Um dia a gente supera a dor,ou pelo menos ela se torna menor e mais suportável,porque a vida tem dessas coisas,tira de um lado,entrega do outro,e novas pessoas chegam e o ciclo recomeça.Apesar de tudo,apesar de a lógica mandar que fique mais fácil a cada vez que repetimos o processo,o ser humano é ilógico e parece ficar cada vez mais difícil,mais dolorido,o sentimento parece mais forte,mais arraigado.
Por esses e outros tantos motivos é tão difícil dizer até breve,até logo,até depois,qualquer palavra que lembre despedida é difícil de ser pronunciada e por isso,exatamente por tudo isso é tão difícil dizer adeus.





Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Texto lindo com sempre! Realmente é muito difícil dizer adeus depois que se apegamos a alguém ou algo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Vi :) verdade,se apegar causa muitos laços,laços muitas vezes difíceis de serem desfeitos.
      Beijos ^.^

      Excluir
  2. As vezes eu fico aqui pensando se essa Jenny ler pensamento ou prever minha realidade...
    As vezes queremos dizer adeus não é nem a pessoas, as vezes é a costumes,hábitos... As vezes queremos dizer adeus. Mas, nem sempre queremos um adeus... as vezes queremos que simplesmente fique!

    Acho que não preciso dizer que amei o texto né? <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não leio não,mas bem que seria legal né rsrs.
      Verdade,nos vemos perdidos nas mesmas coisas,esperando qualquer mudança e temos medo de deixar para trás,por isso queremos que fique,que dê certo,mas nem sempre é possível.
      Awnn sua linda,obrigada,fico muito feliz em ver cada um de vocês que acompanha e comenta as postagens,me dá uma força incrível para continuar :D
      Beijos enormes ^.^

      Excluir
  3. Qualquer coisa que nos tira do comodismo nos gera algum sentimento reverso a princípio, principalmente se for uma despedida ou aquele adeus inesperado né?!
    O bom é que mesmo com perdas e dores crescemos.
    Ótimo.
    ♥ Te Conto Poesia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Cami,são sentimentos que nos dão aquele giro e mudam um pouco nossa rotina.
      Isso aí,se pudermos aprender a cada perda e dor seremos pessoas melhores :)
      Obrigada :D
      Beijos ^.^

      Excluir

Obrigada por ter lido a postagem
Conte-me o que achou *--*
Deixe seu link nos comentários para que eu possa retribuir a visita <3
Se preferir para deixar seu link use
Esse código para comentar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger
Edição e Design: Jennyfer Aguillar || Todos os direitos reservados © 2016