Em terceira pessoa

| |
Ela é aquela de sonhos propositalmente enormes e sorriso largo,brinca com o cabelo como se fosse a coisa mais interessante do mundo.Gosta de ouvir,contar histórias,explicar conceitos e suas teorias,ela é feita de mundo.
Uma moça simples que prefere escrever a falar,que não se importa em gastar algumas folhas do caderno velho para produzir histórias que nunca se concluem,que fala manso ou firme,dependendo da ocasião.
Ela é aquele poço de sentimentos,que chora por coisas bobas,que sorri verdadeiramente e mostra o tédio a mesma maneira,que não se importa em esperar os momentos certos da vida,mesmo que se sinta apreensiva pela inquietação de seus pensamentos.
Ela tenta ser tudo,teima em ser perfeita,mesmo sabendo que a perfeição não existe e que se decepciona facilmente por se cobrar demais em tudo.
Essa é uma moça que ama demais,que se entrega demais e não tem medo de cair,mesmo quando já se machucou demais,ela sabe ser poesia,versos,letras numa gaveta qualquer,busca inspiração em qualquer coisa,sabe que tem valor,mesmo assim ainda insiste em não acreditar demais em si mesma.
Ela cria histórias,pensa em cenas que talvez nunca venham a acontecer,sabe se despedir de personagens e,ao mesmo tempo, sufoca com suas infinitas palavras,não,ela não sabe ser dicionário,sabe o que as palavras transmitem,nem sempre sabe o que significam.
Gosta de tranças,romantismo,ou bom livro e uma xícara de café,prefere pessoas simples,crianças e bebês.Sabe ser trovoada,chuva ou pouca garoa.
Ela não entende a violência,o ódio e a tristeza,acredita que o mundo seria bem mais bonito colorido e queria ter todos os lápis de cor.
Não sabe desenhar absolutamente nada,mas adora ver os desenhos dos outros, é meio que uma forma de dar asas à imaginação e ser criança novamente.
Já chorou assistindo filmes,sorriu ao ver um gesto bonito,mudou de pensamento depois de pensar mais um pouco e sonha em viver um conto de fadas.
Ela é chata,irritante,meio ignorante,mas quando ama,ama mesmo.Sabe ser amiga,colega,simples conhecida,não se importa em dividir pessoas,mas preferia guardar todas num potinho só dela.Gosta de ajudar as pessoas e não quer ver ninguém triste.
Ela é só uma garota comum,que tenta ser extraordinária e vive uma vida com amor...
--Jenny A.





Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. Essa crônica me lembrou o livro "Extraordinário".
    Linda...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Texto lindo! Me identifiquei em muitas coisas, parece até que estava falando de mim às vezes, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Vi :D que bom que gostou e se identificou rs <3
      Beijos ^.^

      Excluir
  3. Que texto lindo.Me identifiquei tanto em algumas partes que parecia que estava realmente falando de mim kkkkkk
    Amei *-*
    Bjnhs

    http://karoline-o-meu-melhor.blogspot.com/2015/10/ela.html

    ResponderExcluir
  4. Oi Flor!! Que texto mais lindo. me senti em uma linda contação de história!! Sua escrita é suave... Parabéns Viu!

    Até!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee,muito obrigada Vanessa :D fico feliz que tenha gostado :D
      Obrigada <3
      Beijos ^.^

      Excluir

Obrigada por ter lido a postagem
Conte-me o que achou *--*
Deixe seu link nos comentários para que eu possa retribuir a visita <3
Se preferir para deixar seu link use
Esse código para comentar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger
Edição e Design: Jennyfer Aguillar || Todos os direitos reservados © 2016